Homens Que Curtem Homens




Escrito por Junior Diniz às 02h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Espero contar com a opinião e a ajuda de vocês para deixar este blog interessante!

 Msn: juniordiniz24@hotmail.com,  e-mail: juniordiniz24@bol.com.br

Até breve com mais novidades!

Boa diversão!



Escrito por Junior Diniz às 02h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Amigos: Mais um conto:

Bom eu estava em Pernambuco de férias, fiquei hospedado na casa da mimha irmã. Foi ai que conheci dois rapazes, em um lugar no meio do nada, chamado São Bento.

Estava eu lá no meu cantinho, quieto no bar da mimha irmã quando chegaram os dois e pediram que eu colocasse uma cerveja e um dvd para eles assistirem. Perguntei de música ou filme e eles responderam sobre sexo.

Bem a princípio fiquei meio sem jeito, mas foi ai que um deles disse, você vai colocar ou não o filme para nós ou prefere fazer o filme com nós dois. Depois disso entendi o que eles queriam comigo as duas horas da madruga.

Eu então logo me coloquei a disposição dos dois, eles não pensaram duas vezes, foram logo tirando a roupa e me colocando para chupar os dois lindos, um branco e um moreno. Depois o mais safado veio por trás e me colocou de quatro, em uma pegada forte.Um ficou me enrabando e o outro veio pela frente e e tapou minha boca com seu lindo cacete.

Assim ficamos até as cindo horas da manhã com muito suor e muito banho de porra. Caso vocês que leram estiverem afim de uma aventura e resolverem viajar para Pernambuco levem muita camisinha e passem
em São Bento.


 



Escrito por Junior Diniz às 02h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h43
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


A carona perfeita!

Quem nessa vida nunca pegou uma carona? Essa história aconteceu quando eu tinha meus 19 ou 20 anos e adorava viajar, o problema é que nem sempre tinha grana para o ônibus, então o jeito era pegar uma carona. Eu estava acostumado a pegar carona com caminhoneiros, mas nesse dia algo de diferente aconteceu. Eu havia pegado carona com um motorista de carreta, o cara devia ter uns 40 anos, bonitão, alto, bem másculo e eu não conseguia tirar os olhos de cima dele. De repente ele parou o caminhão e perguntou se eu não queria dirigir um pouco, imediatamente aceitei, então ele sentou-se ao meu lado para o caso de uma emergência. Foi aí que as coisas começaram acontecer. Durante nossa conversa ele começou a perguntar se eu tinha namorada e começou a falar das experiências dele sobre sexo. Não demorou muito, fiquei de pau duro, foi quando ele me perguntou se eu estava gostando do assunto e começou alisar meu pau. Eu respondi que estava adorando, e que estava gostando mais ainda do que ele estava fazendo, então ele me disse que ia melhorar um pouco. Ele abriu meu zíper tirou meu pau pra fora e começou a fazer um boquete delicioso. Ele mamava no meu pau como um bezerro até que eu gozei na boca dele. Quando chegamos num posto, ele mandou que eu parasse o caminhão, e me levou para parte traseira da boléia, onde ele dormia. Tirou toda minha roupa e começou a tirar a roupa dele também. Quando vi o tamanho do pau dele comecei a suar frio, achava que ia ter que aguentar aquele mastro de uns 23cm e bem grosso. Mas ele deitou de bruços e pediu para que eu o comesse com todo tesão. Aliviado, meti meu pau na bunda dele com muita vontade. Quando coloquei tudo e comecei a bombar forte, ele começou a gemer como uma putinha e gritava pedindo mais. Eu nem podia acreditar que aquele cara todo másculo, grandão, bonitão era minha putinha gulosa. Depois de gozar muito, ficamos deitados juntos abraçados para recuperamos as energias para podermos continuar a viagem. Nisso olhei para o pau dele que estava amolecendo e não resisti. Era muito bonito, cabeçona rosadinha e bolas enormes. Então comecei a chupá-lo e a lamber suas bolas. Fiquei brincando com o pauzão dele por uns 30 minutos até que ele pediu para que eu o penetrasse de novo.




Escrito por Junior Diniz às 02h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 



Escrito por Junior Diniz às 02h28
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h25
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 02h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Essa História é demais!

 

Sabe aqueles dias que tudo parece não ser para você? Tinha eu que fazer uma prova às sete da noite e correndo fui para a faculdade. Perto do shopping, um moço pedia ajuda para localizar um certo endereço e me parou. Seus olhos me comiam de cima para baixo até que ele sussurou a tal esperada frase: quer transar? Naquela hora era turo desespero, nesse tempo de aids, um desconhecido assim é quase 50% de chance eparar por um acidente. Entramos em um terreno vazio e o cara que antes estava maculo já veio se afeminando, abrindo a camisa e tirando a bermuda. De boca em meu instrumento, sugava vagarosamente o mastro duro, gemia entre os dentes, me subia a sensação de alívio e foi aí que o jato quente e meloso veio encher sua boca.

Não satisfeito e de quatro, começou a me excitar e não resisti, de camisinha já inclusa entrei no buraco quente do moço, com receio e depois totalmente sentindo que ali era o meu lugar. Metia fundo entre o gemido e o pedido de pare e enfia tudo. Após este fato, nos encontramos por vários meses e repetimos diversas fantasias cada vez mais alucinadas. 

 

No feriado da páscoa estava na praia no litoral de sampa. Desci na quarta-feira, antes do feriado no final da tarde. A noite estava quente e resolvi dar uma caçada, mas como era meio de semana e já passava da 11 da noite, não tinha ninguém na avenida, só alguns carros que passavam de vez em quando. Até que vejo um cara totalmente bêbado que andava na rua desconcertado. Diminui a velocidade do carro, pois o indivíduo andava em curvas.

Devagar-quase
-parando, pisquei o farol e nada do cara sair. Até que ele caiu de vez no chão, no meio da rua, desviei e parei na frente, e o mesmo caído. Resolvi descer do carro e tirar da rua para a calçada. Logo que me aproximei, notei que se tratava de um cara jovem, de no máximo 30 anos, estava vestido com uma bermuda e uma camiseta na mão. Então ajudei o cara a se levantar. Ele mal conseguia ficar em pé, coloquei na calçada sentado e encostado no muro e comecei a prestar atenção nele, um corpo sarado desses de trabalho pesado, moreno, um rosto bem feito, barba por fazer, mãos grossas talvez pelo trabalho, sua bermuda estava baixa com a cueca aparecendo e os pentelhos já à mostra, isso começou a me deixar louco, eu vendo aquilo comecei a viajar.

Não passava ninguém no local, então tentei levantar o cara pra ele andar, era um cheiro de pinga barata. Na hora que ele se esfregou no muro, seu calção baixou mais ainda junto com a cueca. Ele se segurou no muro e ficou de costas pra mim com metade da bunda de fora, nisso ele escorrega e vai caindo, logo segurei por trás, nessa altura meu pau já estava estourando de tão duro. Sentindo aquela bunda no meu pau, abaixei um pouco meu calção e tirei o pau, comecei esfregar na bunda, nossa que tesão me deu aquela bunda durinha. O cara tava tão bêbado que nem tava ai com o que eu estava fazendo, então não pensei duas vezes, meti o bêbado no carro e fui para uma praia ali perto que é deserta, tirei do carro e levei até uma bica que desce da montanha, tirei a roupa dele e dei um banho gelado, ai realmente eu pude ver e sentir o quanto era gostoso, tinha um pau que era uma delicia, não pensei, cai de boca no cacete e chupei até ele ficar meia bomba, mas não ficou duro.

Então coloquei o bêbado em uma pedra deitado de bruço, vesti uma camisinha e sentei o pau no cu dele. Porra que gostoso aquele cu, fodi um puta tempão, até encher a camisinha de porra. Fui até a bica e tomei um banho também, e fiquei ali alisando a bunda do bêbado até meu pau ficar duro novamente e foder mais um pouco aquele cu guloso. Depois dei mais um banho no bêbado e fiz mais uma puta chupeta no cacete dele enquanto dedilhava o cu já amaciado pelo meu cacete, acabei gozando outra vez. Por fim coloquei o cara em um local seguro na praia e fui embora feliz.



Escrito por Junior Diniz às 00h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Junior Diniz às 00h31
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

 

 



Escrito por Junior Diniz às 17h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


  

 



Escrito por Junior Diniz às 17h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


A primeira foi no matinho da estação
 

 

Sou maduro mas não velho. Estava no trem indo pra casa às 18h, quando cheguei na estação de Carapicuiba entrou um cara e ficou na minha frente em pé segurando no corrimão com seu pau em minha frente. Ele me olhou e notou que eu me interessei, então notei que ele ficou interessado e foi pra porta, e me olhou com olhar de vem cá.

Me levantei e fiquei ao seu lado e quando o trem parou na Santa Terezinha desci e ele me acompanhou. Sem dizer nada pulei pra linha do trem e ele também seguiu até chegarmos no mato mais em frente. Chegando lá ja foi tirando a rola, 16cm aproximados e retinha, chupei até ele gozar jatos fortes em minha garganta. Ele me disse que queria chupar a minha e fizemos muitas chupetas, na verdade, dois cada. Depois comemos o cu um do outro, saimos só porque estávamos com duas camisinhas.

Nos beijamos muito e ele prometeu fidelidade e eu a ele. Já se passaram dois anos e duas vezes por semana eu e ele fodemos muito em sua casa já que agora ele mora sozinho e proximo de minha casa. Não fudemos mais para não despertar a curiosidade dos vizinhos. Tem dias que saio de lá com o cu arrebentado pois ele tem um pau bem grandinho.

Ele tem a namora dele e eu minha esposa. Somos muito discretos e nunca demos lugar a ninguém descobrir nada. As horas extras que digo para minha esposa que estou fazendo é na casa dele com pretexto de estar jogando ping-pong, e modestia parte sou bom nisto.  


Escrito por Junior Diniz às 03h16
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


   

 



Escrito por Junior Diniz às 03h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


         

    



Escrito por Junior Diniz às 03h09
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

 

 



Escrito por Junior Diniz às 03h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil





BRASIL, Homem, de 20 a 25 anos, Portuguese
MSN - juniordiniz24@hotmail.com



Meu humor



Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Notícias do mundo GLBT




Empregos Manager Online